domingo, 27 de maio de 2012

Pirâmides de Chocolate - Aproveitamento de bolos


Olá a todos!
Esta semana foi bastante atarefada e pródiga em bolos. A minha irmã aproveitou a semana do ENE para fazer uns trabalhos de grupo e os colegas acamparam cá em casa! Como em todos os bons "acampamentos" tinham um vasto fornecimento de bolos e bolachas, e sobejou quase metade de um bolo enorme e delicioso de canela, que foi fazer companhia a outra parcela de bolo de maçã (já duro) do fim de semana passado. Foi assim que me vi com 500 gr de bolos secos que já ninguém ia comer no seu estado natural.

Pensei em aproveitar e fazer um género de zuppa inglesa, mas entretanto vi aqui a receita destas pirâmides que tanto se viam antigamente nos cafés e que a minha mãe adorava. Tinha de experimentar! Como é hábito, fiz as minhas alterações e resultaram 19 mini pirâmides que foram bastante elogiadas.
Ingredientes (rendeu-me 19 pirâmides pequenas):
500 gr de restos de bolos (a receita original pedia apenas 350 gr)
200 gr margarina derretida
50 gr chocolate em pó
2 c. sopa de açúcar
1 ovo
100 gr de amêndoa palitada
200 gr de passas maceradas num cálice de vinho do porto.
Cobertura e decoração:
200 gr chocolate culinária
1 pacote de natas
1 c. chá margarina
1 c. sopa de açúcar
Cerejas cristalizadas/frescas q.b.


Modo de fazer: Misturar muito bem com uma vara de arames a margarina, o açúcar e o chocolate me pó. Acrescentar os bolos desfeitos no robô de cozinha (1,2,3), os palitos de amêndoas cortados groseiramente e as passas (também as cortei em pedacinhos) e o ovo (o bolo de canela deu-lhe um toque especial, por isso sugiro que acrescentem canela a gosto). Misturar tudo muito bem com as mãos. Levar ao frigorífico 30 min.
Retirar do frio e formar pirâmides do tamanho que quiserem (as minhas ficaram relativamente pequenas).

Derreter o chocolate no microondas com a margarina de 1/2 pacote de natas. Verter sobre cada pirâmide. Levar ao frio de preferência de um dia para o outro.
Quando o chocolate solidificar (fica sempre um pouco cremoso) bater o resto do pacote de natas em chantilly, juntar o açúcar e fazer pequenas "rosetas" com um saco de pasteleiro no topo de cada priâmide. Enfeitar com um pedacinho de cereja (eu usei cerejas frescas).
Voilá!



Sei que há gente toda esquisita com aproveitar restos de bolos, mas não vejo que mal possa ter: são apenas bolos ou biscoitos duros e que já ninguém quer comer numa fatia! Pareceu-me uma excelente maneira de lhes dar uma nova vida e um fim muito mais original (e económico) que o caixote do lixo - e nesta casa nada se perde, tudo se transforma!

6 comentários:

  1. Havia disto à venda em Portugal antigamente!
    Adorei a lembrança e achei óptimo para aproveitar os restos de bolo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certas pastelarias ainda o fazem para aproveitar os bolos secos do dia anterior. É uma maneira de não desperdiçar.

      Eliminar
  2. É mesmo uma excelente opção para aproveitar :) Tenho que a fazer um dia que sobre ;)

    ResponderEliminar
  3. vou fazer mini piramides sem gluten :))

    ResponderEliminar
  4. Fantástico! :D Depois partilha a receita!

    ResponderEliminar
  5. E IGUAL MAS COM BOLOS SEM GLUTEN .

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita!