segunda-feira, 7 de julho de 2014

Dead by chocolate Muffins


A receita com que inicio esta semana dedicada aos queques foi das receitas mais catastróficas que já fiz.

Claramente, foi vítima do que eu gosto de chamar "Fenómeno Ruben" (do qual já falei aqui). O Ruben era um amigo meu (quase irmão) para o qual, acho eu, NUNCA consegui cozinhar nada de jeito. Não sei porquê, mas sempre que fazia qualquer coisa para quando o Ruben cá vinha a casa, para um evento onde o Ruben ia, ou quando ia cozinhar para casa dele (aconteceu algumas vezes) corria sempre qualquer coisa mal e a comida nunca ficava como deve ser (houve até uma vez que, para além do arroz ter ficado cru incendiei um pano e ia pegando fogo à cozinha...). Acho que isto acontecia porque eu queria fazer as coisas muito bem feitas, porque era para ele - e querer alguma coisa muito bem feita, no meu caso, é meio caminho andado para o desastre. 

Foi o que aconteceu: como já tinha referido aqui, de forma a comemorar a transição no exame de francês dos meus colegas, decidi levar estes Dead by Chocolate Muffins da Joana Macieira. Decidi duplicar a receita (será que foi isso que fez com que corresse mal???) e tudo o que era para correr mal correu: metade da massa ficou no tabuleiro entornada (os muffins explodiram, literalmente), os muffins colaram-se à forma, e os que estavam mais próximos das pontas do tabuleiro queimaram-se.

Mas depois de retirados o que sobrava das formas de silicone e de colocá-los em forminhas de papel, e no ângulo certo para a fotografia, sinceramente, nem pareceram assim tão maus. E a verdade é que estavam uma delícia, com um sabor intenso a chocolate. 


Dicas para estes queques não vos correrem mal:
  • Os primeiros 10 min do forno devem ser numa temperatura elevada (200ºC), baixando depois para os 180ºC para continuar a cozedura (esta dica foi mesmo a Joana que me deu quando comprei o livro dela na Feira do Livro. Obrigada, Joaninha!). 
  • Colocar a massa dentro de forminhas de papel, que por sua vez devem ser colocadas em formas de silicone/metal para irem ao forno - se não espapaçam-se todos (sim, não fui suficientemente visionária, também me aconteceu).
  • Não inventem demais (eu diminui a quantidade de óleo, mas também acho que não foi por ai que a coisa correu mal!)

Cá vai a receita, com votos de boa sorte:

Ingredientes:
120 ml de leite magro
2 c. chá de vinagre de cidra
4 c. sopa de óleo
60 gr de chocolate de culinária
8 c. sopa de chocolate em pó
12 c. sopa de farinha
1 c. chá mal cheia de bicarbonato de sódio
1 c. chá de fermento
100 gr de pepitas de chocolate (como não tinha, cortei eu chocolate de culinária em pedacinhos)
1 pta de sal
2 ovos
8 c. sopa de açúcar amarelo
4 c. sopa de açúcar branco
1 c. chá de essência de baunilha

Modo de fazer:
Misturar o leite com o vinagre (e têm buttermilk caseiro, iei!). Derreter o chocolate e o óleo no microondas ou em banho maria. 
Numa tigela, juntar o chocolate em pó, a farinha, o bicarbonato, o fermento, o sal e as pepitas de chocolate.
Noutra tigela, bater o ovo com os açúcares até fazer um creme claro e espumoso. Juntar a essência de baunilha.
Juntar a mistura de chocolate derretido e óleo (ligeiramente arrefecida) e bater.
Misturar metade da mistira de farinha, metade do butermilk, a restante metade de farinha e a restante metade do buttermilk. Usar uma colher de pau ou espátula e mexer apenas o suficiente para ligar todos os ingredientes (se mexerem de mais podem ficar massudos).
Deitar a mistura em forminhas e levar a forno pré-aquecido a 200ºC (eu não fiz nada disto, ainda não sabia desta técnica) durante 10 min, reduzir para 180º C e deixar cozer mais 8 min. 
Bom apetite!



Rende 12 Queques/Muffins
Cerca de 246 kcal/queque


14 comentários:

  1. Eu agora até deixo 7 minutos a 220º e depois baixo para 190 ;) Independentemente dos azares que possas ter tido tenho a dizer que o Pedro disse para eu fechar a página porque estava a ficar com fome :) Sim, as forminhas de papel são bastante úteis. E pelo aspecto diria que os teus também precisavam de passar mais tempo no forno (isto depende dos fornos, mas os meus costumam ficar mais cozidos com o tempo que referes). O resto é prática :) Tenho imensa pena que não tenha corrido na perfeição, fico triste :(

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheh é o bom dos teus queques, mesmo quando correm mal ficam ainda assim deliciosos! Não fiques triste, vou repetir esta receita com essas dicas todas e pode ser que corra melhor :P
      Beijinhos*

      Eliminar
  2. Não me importava nada de "morrer" assim! :D Uma perdição!! Esse chocolate todo tira-me do sério! :)
    ____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acredito que quando um chocoólatra morre montanhas de chocolate o esperam no paraíso :P Quando eu morrer estes queques têm de lá estar à minha espera eheh

      Eliminar
  3. Ficaram mesmos tentadores! :)
    Beijinhos

    http://miascuisinemf.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Esta receita já está na minha lista ha muito, e acredita que esta história so me deu vontade de os fazer! Se mesmo quando corre mak têm este aspecto como ficaram quando correm bem??? hehehe
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, não é? Corre já para a cozinha, ficam meeeesmo bons! Até foi bom não terem corrido muito bem, assim tenho desculpa para repetir a receita até correrem "melhor" eheh

      Eliminar
  5. Mais uma motivação para continuares a tentar! (oh, lá vamos ter que comer outra vez estes queques de chocolate, que chatice! ;-) )

    ResponderEliminar
  6. CHOCOLATEEE *.*
    Adoroo! Devorava-os mesmo assim, meio crus. Dos bolos prefiro sempre a massa crua, vá-se lá saber porquê...
    Já roubei a receita. Mas como é que sigo a minha dieta à risca com tentações destaaas? :p
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes estavam bons para ti, então ;)
      Não resistes! Comes um, ofereces o resto e continuas com a dieta como se nada fosse. Beijinhos**

      Eliminar
  7. Depois de ver a primeira foto até fiquei surpreendida por ler que foi "catastrófico" - têm muuito bom aspeto!
    Adorei o "fenómeno Ruben", é muito engraçado (talvez para ti e para ele não tanto...). É engraçado (e pouco prático) que faças asneira quando te esforças especialmente :P A mim não me costuma acontecer... Mas acho que mais de metade do que faço sai lixo ou não bom o suficiente. O pior é que normalmente são coisas que me fazem ficar enjoada, e depois fico sem poder ver os ingredientes. A primeira vez que tentei cozinhar sozinha fiz empadão de atum com puré de couve-flor. Peguei numa varinha avariada e acabei com ela super quente e a couve-flor a ser picada (yum), e tentei fazer um refogado com puré de tomate (azeite não é bom o suficiente). Para acompanhar fiz nabo no forno (tipo chips) para servir com ketchup, e como não estava habituada a usar o forno deixei-o cru e tive o maior enjoo da minha vida ao morder um pedaço de nabo (cru) com meio litro de ketchup (e eu nem gosto de ketchup). A sério, abomino nabo. A seguir, como o jantar correu mal, grelhei um hambúrguer, mas estava tão enjoada que achei horrível e nunca mais comprei ou olhei para esse hambúrguer ou para outro semelhante. Tinha alguns no congelador e tive de os "oferecer" :P ao relatar a experiência fico com vontade de vomitar... Mas pronto, o que eu queria dizer é que pelo menos se esses muffins correrem mal sempre é chocolate, portanto não devo enjoar :P limpar a forma já é outra história... ;)
    Eu acho que o problema também é que as formas de papel dos hipermercados são muito baixas e finas, abrem-se facilmente, não dão espaço para muita massa e a altura é pequena para o diâmetro. Eu encontrei umas mais altas, porque as do Continente, por exemplo, são horríveis.
    Estou para fazer esta receita há algum tempo e, se o relato não é a coisa mais encorajadora do mundo, o aspeto deixou-me com vontade de a fazer! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faz, com estes não corres o risco de os enjoar!
      Talvez o problema então seja as formas, vamos pensar que sim :P
      A mim isso também me aconteceu, enjoei completamente o óleo de amendoim (o que é uma pena, porque gostava muito nates!). É dar tempo ao tempo!...
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pela visita!